top of page

Visual Merchandising pode alavancar vendas e fortalecer a marca

Atualizado: 10 de jan. de 2020


Com a crescente preferência do consumidor pela facilidade que o e-commerce oferece, seja no processo de escolha e no fechamento da compra, além da comodidade de receber o produto em casa, parece cada vez mais difícil convencer o cliente a sair de casa e ir comprar em sua loja.


Trago nesse artigo algumas dicas para que você perceba como uma loja bem organizada física e visualmente, ajuda o cliente a perceber sua loja e ser atraído para encontrar nela o que procura. Colocando algumas estratégias em prática, você vai perceber que Isso faz muita diferença no seu ticket médio e no número de itens vendidos.


O visual merchandising é uma técnica de engajamento e atração do público utilizada por grandes varejistas mundo afora, mas que também pode ser bem aplicada em menor escala, especialmente em pequenas lojas, como camelôs, lojistas do centro da cidade, galerias e shoppings. Além de ajudar nas vendas, uma loja com um visual impactante fortalece a imagem percebida da marca, reforçando o recall e a impressão do cliente.


Apelo Visual


Para isso, a arquitetura é especialmente importante para causar uma boa impressão do ponto de venda, como também passar logo de cara o posicionamento da marca, ou seja, com quem essa marca quer conversar. Para saber qual o posicionamento de uma marca é só perguntar quem é o público-alvo, com quem a marca quer conversar e gerar identificação. A arquitetura pode fazer com que o cliente sinta-se descolado, moderno, exclusivo ou, na pior das hipóteses, quando há falta de um projeto, apenas mais um comprador.


Outros aspectos importantes a serem levados em consideração são a paleta de cores, a iluminação interna e externa, a identificação clara das seções e departamentos e a organização dos produtos, primeiro por cores, depois por formas, tamanho, material e texturas. Fique atento ao peso visual dos produtos nos expositores, alguns produtos, mesmo leves, podem passar a sensação visual de serem pesados, portanto, não é interessante colocá-los na parte de cima de uma gôndula, por exemplo, pois isso irá gerar um desconforto visual para o cliente.


Em lojas de roupas, o ideal é harmonizar as araras por meio das cores, evitando a mistura desordenada das roupas e a formação de um bloco visual quando as peças são colocadas sem critério. Isso deixa o produto pouco atraente e impacta negativamente as vendas.


Experiência Sensorial


Além dos aspectos estéticos da loja, é importante pensar que cada indivíduo pode ser predominantemente sinestésico, auditivo ou visual, assim, preocupar-se com o odor da loja como um todo, além da manutenção da limpeza de prateleiras e produtos para evitar o acúmulo de poeira, por exemplo, ajuda muito na experiência positiva do cliente enquanto ele estiver comprando. Lembre-se, quanto mais agradável o ambiente, mais o cliente fica à vontade, permanecendo por mais tempo e comprando mais.


Impacto nas vendas


O consumidor continua sensível a preços como sempre foi, mas sua decisão de compra hoje se pauta por outros requisitos tão importantes quanto preço, como qualidade percebida e real, departamentalização que permite o cliente encontrar itens com facilidade, ambiente climatizado e agradável. Esse conjunto determina a experiência do cliente e se ele vai ou não comprar no estabelecimento.


Reconhecimento da marca


O visual merchandising pode reforçar a percepção da marca dentro da loja, pois quando o cliente inclui a sensação agradável de comprar naquela loja no campo associativo da marca, isso significa que a marca alcançou um novo patamar em sua construção. Isso é branding ambiental que se constitui por uma identidade visual e sensorial bem definida no ponto de venda.


Utilize o Visual Merchandising como estratégia de marca


  • Invista no layout da loja e na ambientação luminotécnica.

  • Amplifique os sentidos (audição, visão, olfato, paladar). - playlist adequada ao público. - cores e formas que remetam à marca. - ligar odor à memória afetiva. - snacks, pipoca, doces, bebidas na loja.

  • Ambiente agradável.

  • Psicologia das cores.

  • Equilíbrio entre espaço vazio, ilhas de produtos e expositores.


Procure inspirar-se em grandes referências de visual merchandising, como grandes redes de varejo, especialmente nos setores da moda, móveis e decoração, perfumaria e supermercados e varejo da construção.


Envie perguntas em caso de dúvida ou sugestões. Sua participação é muito importante para mim. Até a próxima.


50 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page